"Eu sou o tipo de pessoa que é fechada demais. Que não conta seus problemas, que guarda pra si. Que tenta compreender os outros, mas que não se compreende. Que busca algo na vida, mas não sabe o que é. Que é feliz e triste ao mesmo tempo. Que sente tudo, mas não demonstra nada. Que segura às lágrimas o máximo possível. Que não gosta de ajuda. Que quer o impossível. Prazer esse sou eu."
"A esperança está em cada nascer do sol, em cada desabrochar de flor. No canto dos pássaros. No vento que balança os braços das árvores. A esperança está entre os passos, no reflexo dos olhos, no ar brejeiro que passeia nos pulmões. No entanto, esperança é um sentimento e sentimentos são coisas que brotam de dentro para fora. Se não está no coração não floresce em nenhum outro lugar."
"E não há nada pior que tarde demais."
"Acho que em alguns dias a gente acorda meio louco. Não tem outra explicação. Dá uma saudade de coisas que já passaram, de coisas que nem vivemos direito, do que nem sabemos ao certo. E uma vontade de trocar de nome, de corpo, de cabelo, de profissão, de país, de vida."
"Estou numa confusão absoluta, não sei o que ler, o que escrever, o que fazer. Só sei que estou sentindo falta de alguma coisa."
"Se ninguém te detesta, algo está errado."
"Tudo acontece no seu tempo."
"A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez."
"A gente se apega,
e quando cai em si,
já está sozinho, novamente."